Dicas de como estudar

Com a expansão da tecnologia e sua aplicabilidade em diversas áreas da nossa vida – seja no âmbito profissional, pessoal ou escolar – nossa maneira de lidar com o mundo mudou drasticamente.

Desse modo, incorporamos à nossa rotina maneiras alternativas para estudar. Antes, tínhamos que ir à biblioteca, à escola, ao cursinho ou a aulas de reforço. Hoje, temos a possibilidade de estudar sem sair de casa, com a autonomia de administrarmos nosso tempo e de uma forma mais econômica.

Isso é muito bom, não é? =D

No entanto, a tecnologia não substitui tudo. Pelo contrário: ela acrescenta. Logo, se não a utilizarmos de forma adequada, podemos ter mais prejuízos do que benefícios.

 

ORGANIZAÇÃO / AMBIENTE DE ESTUDO / ROTINA

 

Cada vez mais pessoas estão aderindo ao estudo online. E é essencial que você tenha consciência de que estudar bem requer organização, tanto do ambiente de estudo quanto dos horários, entre outros fatores.

 

Aqui vão algumas dicas essenciais.

1-    Crie hábitos

Hábitos são diferentes de necessidades. Necessidades são aquelas coisas sem as quais não podemos viver sem, por exemplo: beber água, comer, dormir, etc. Já os hábitos são mutáveis: a qualquer momento você poderá modificar, retirar ou incluir novos em sua vida. Basta ter determinação, esforço, dedicação e disciplina. Assim, você chegará onde quiser e poderá conquistar o que quiser.

Nossa dica é: mantenha uma agenda, um caderno ou coloque na parede do seu quarto um quadro de avisos e preencha-o com papel e/ou post-it, estipulando seus horários, suas metas e prioridades. Anote onde você quer chegar e o que deseja para sua vida. Esses objetivos devem permanecer fixos 😉

Tenha horários para comer, cochilar <3, assistir filmes/séries, sair, ler, exercitar-se, etc. O importante é encontrar o que melhor se aplica a você e começar a pôr em prática pra ontem =D

Anotar faz toda a diferença para que você consiga cumprir o que estabeleceu para si. Ah, um toque: obedeça as suas metas! =D

Importante: cuide do seu horário de dormir. Durma de 7h a 8h por dia. Apague as luzes, deixe o celular fora da cama – no silencioso – e procure dormir no ambiente mais silencioso possível para que você consiga ter um sono reparador. O sono é tão fundamental quanto o ar. É durante o sono que internalizamos o que estudamos. E, após uma boa noite de sono, sua produtividade será muito maior.

 

2-   Ambiente de estudo

É importante ter um espaço de estudo reservado, silencioso e com boa iluminação, mesmo que esse lugar seja em uma mesinha dentro do seu quarto: mas precisa ser um espaço montado com essa finalidade. Dessa forma, ao sentar-se, seu cérebro vai entender que é o momento de concentração 😉

Evite distrações. Coloque seu celular em modo silencioso e afastado do seu campo de visão. Se necessário, desligue a internet para não se sentir tentado a olhar caso receba mensagens. Desligue a TV e prefira a iluminação natural.

Caso seja impossível evitar algum tipo de distração por barulho externo, uma boa alternativa é escutar músicas relaxantes ou clássicas, sem letra – coloque seus fones de ouvido.

Mantenha ao alcance da mão o material que irá usar para estudo. Se sua mesa estiver muito cheia, avalie o que é desnecessário e faça uma limpeza.

Procure uma cadeira confortável, que permita que seus pés fiquem completamente encostados no chão, ou coloque suporte abaixo dos pés, para que fiquem elevados.

Lembra do papelzinho onde você anotou seu objetivo e onde quer chegar? Então, deixe a sua vista para que, nos momentos em que pensar em desistir ou em dormir fora do horário da sua programação (ou em qualquer coisa que lhe tire do foco), você possa ler e se motivar. Você é o maior responsável pela sua própria motivação e incentivo.

Coloque em sua mesa uma garrafa de água e alimentos, para evitar interromper o estudo para procurar lanches 😉

 

 

LEITURA / REVISÃO / MAPA MENTAL

Mão na massa

 Uma das coisas mais difíceis para o ser humano é uma coisa chamada constância. Muitas vezes, em um momento de ansiedade e empolgação, você impõe a si mesmo metas fora da sua realidade. Seja realista ao estabelecer suas metas: não queira abraçar o mundo com as pernas. Se você não é habituado ou não gosta de ler, não queira começar lendo 07h por dia. A diferença entre quem passa e quem não passa não está nas horas gastas estudando, mas na qualidade do estudo no momento em que se dedica a ele. Entendeu a diferença? Qualidade, estratégia e método garantem mais sucesso do que quantidade de horas e excesso de conteúdo. Respeite seu corpo. Respeite seu tempo. Conhecer a si mesmo é fundamental 😉

Leia o conteúdo do dia mais de uma vez. Na primeira leitura, você vai ter apenas uma ideia superficial sobre o assunto. Na segunda leitura, comece a sublinhar aquilo que considerar importante. Na terceira e última leitura, destaque suas dúvidas. Para aprender, é indispensável questionar. Leve suas dúvidas para seu professor em sala ou escreva em nosso espaço para comentários.

Escreva. Enquanto estuda, escreva os pontos de destaque e suas dúvidas. Já ouviu falar em mapa mental?

Mapa mental é um esquema sistematizado com o propósito de resumir um conteúdo em forma de imagem, de modo objetivo, para auxiliar na memorização e aprendizado. Faça seus próprios mapas mentais de cada conteúdo. Eles irão facilitar sua revisão.

Para potencializar: uma revisão eficaz precisa de periodicidade. Lembre-se: revisão não é perda de tempo, pelo contrário: serve para internalizar o conteúdo. Deve-se usar no máximo 20 minutos do seu tempo de estudo.

Revisar não é estudar tudo de novo. Lembra das anotações citadas acima? Você irá usá-las na revisão. Por isso a importância de anotar.

Esquema de revisão: Todos os dias, revise o que foi estudado no dia anterior. Uma semana depois, revise novamente os conteúdos, seguindo a mesma sequência. Depois de um mês, faça o mesmo esquema. Revise toda a matéria. Depois de seis meses repita o processo. Separe um dia da semana só para exercícios.

 

Alternar o método de estudo também é importante no processo de aprendizado. Utilize texto, vídeo, power point e mapa mental.

Perceba qual o método que propicia maior assimilação do conteúdo, porém, tenha em mente que um estudo de qualidade perpassa todos os pontos citados nesse artigo. Diante das possibilidades, encontre a que melhor se aplica a você, respeitando sua individualidade.

 

Gostou? =)

Acha que deixamos de dizer algo? Dê sua opinião.

Deixe nos comentários o que achou; conte-nos se você tem conseguido estudar.

Estude com a gente!

By | 2017-11-15T18:10:10+00:00 julho 13th, 2017|Sem classificação|0 Comentários